quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Duas garagens em Almada albergam futuro Museu da Música Mecânica

"Está a ver o som que isto tem?", desafia o coleccionador Luís António Cangueiro. E, por incrível que pareça, estamos mesmo a contemplar a voz das máquinas. São fonógrafos, gramofones, autómatos, realejos, bonecas que falam, uma imensidão de caixas recheadas de música que animaram os nossos antepassados entre 1760 e os anos 30 do século passado. Aqui, os sons também deliciam a vista. "Isto não é só aquilo que toca, é também a caixa, algumas de uma beleza extraordinária", elucida lembrando que "estão todas a funcionar".

Ler peça completa no Público.

Sem comentários:

Enviar um comentário