sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Setúbal e Safi: duas décadas de uma fraca geminação


Poucos saberão que as cidades de Safi, em Marrocos, e de Setúbal, são geminadas desde 22 de Outubro de 1990. Uma geminação com 20 anos e com poucos efeitos práticos. O site da Câmara de Setúbal refere que as duas cidades "têm estabelecido vários contactos em festivais de artesanato e em encontros desportivos, como foi o caso da participação de uma equipa de futebol feminina setubalense na "II Festa do Desporto de Safi", em Abril de 2001".

A cidade marroquina pouco tem em comum com Setúbal com a excepção de ser uma importante cidade portuária e ter praias. A fortaleza de Safi foi nomeada para o concurso "7Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo". Reza uma reportagem da RTP que o rei D. Manuel I não olhou a gastos na construção desta praça-forte para defender uma feitoria portuguesa situada na região. A mesma reportagem identifica vestígios da catedral portuguesa, uma antiga Sé lusa em pleno território marroquino. O site do município marroquino lembra assim a presença portuguesa: "
Safi était alors la principale place portugaise fortifiée pour le controle de la région maritime, s'étendant jusqu'à Marrakech"

3 comentários:

  1. Lá está ele com a mania do francês! :P Muito interessante :) mas não sabia - e tive de ir ver - o que significava duas cidades serem geminadas. De acordo com essa fonte inquestionavelmente questionável, a wikipedia, são no fundo cidades irmãs por partilharem alguma coisa, como densidade populacional, lol, ou monumentos (o que já faria sentido entre Portugal e Safi, mas não sei se com Setúbal em particular...). De qualquer forma, achei piada à crítica na wiki inglesa: "The concept of sister cities has been criticized as an unnecessary and expensive endeavor for cities to take part in with little to no accountability or obvious signs of economic development resulting from the arrangement. Politicians are frequently accused of using sister cities as an excuse to take a pleasure trip at public expense, commonly referred to as a junket." Mais ou menos o que vem acontecendo entre Setúbal e Safi?

    ResponderEliminar
  2. Hum, ainda mais interessante. Setúbal é geminada com:

    1. Leiria
    2. Magdburg (Alemanha)
    3. Beauvais (França)
    4. Pau (França)
    5. Safi (Marrocos)
    6. Galati (Roménia)
    7. Maxixe (Moçambique)
    8. Nacala Porto (Moçambique)
    9. Quelimane (Moçambique)
    10. Debrecen (Hungria)
    11. Porto Seguro (Brasil)
    12. Tordesilhas (Espanha)
    13. Tarrafal (Cabo Verde)
    14. Bobigny (França)

    de acordo com a Associação Nacional de Municípios Portugueses (http://bit.ly/aSE05l).

    ResponderEliminar
  3. A geminação foi uma iniciativa dos marroquinos, numa altura em que tinham como política nacional o estreitar de laços com a Europa. No entanto, a política da União Europeia tem sido desfavorável a esse aprofundamento de amizade com Marrocos. Estive em Safi por duas vezes: a primeira, integrado numa delegação da Câmara de Setúbal, no âmbito desta geminação, e depois a título particular, com a família, em visita a amigos que fiz nessa cidade.
    Daquilo a que assisti, atrevo-me a dizer que os responsáveis autárquicos de Setúbal, nomeadamente Mata Cáceres, não quizeram aprofundar esses laços de amizade e possível cooperação. Os responsáveis de Safi, pelo contrário, pretendiam estabelecer cooperação em aspectos concretos, como nas pescas, recuperação do património histórico, e até mesmo na indústria conserveira (têm numerosas fábricas, com muita mão de obra, fazendo lembrar a indústria conserveira setubalense do início do século XX). Muitas delegações vieram de Safi a Setúbal, sempre acolhidas cordialmente pela Câmara, mas sem verdadeiro entusiasmo no sentido de se desenvolverem as potencialidades da geminação. Mas, como acontece o mesmo com a generalidade das geminações de Setúbal, fica a dúvida se será uma questão particular ou um provincianismo endémico.
    Referi a atitude da Autarquia setubalense (onde envolvo políticos e funcionários com cargos superiores), mas quanto à sociedade civil o que há a dizer, quanto a esta geminação, é ainda mais negativo: é nada.

    ResponderEliminar